Catedral São Francisco Xavier
Notícias da Igreja
 
10.Set - Viver a novidade do Evangelho, não as novidades mundanas, pede Papa
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Viver a novidade do Evangelho, não as novidades mundanas, pede Papa

“A novidade do Evangelho, a novidade de Cristo não é somente transformar a nossa alma. É transformar tudo em nós: alma, espírito e corpo, tudo, ou seja, transformar o vinho, o fermento, em odres novos”. A frase é parte da homilia do Papa Francisco, proferida na Casa Santa Marta, nesta segunda-feira, 10.


Na ocasião, o Santo Padre recordou a constatação do apóstolo Paulo, extraída da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios, quanto a vivência de uma vida dupla por parte de muitos cristãos.


No texto, o Papa retomou a lembrança de Paulo, que afirma ser preciso um novo fermento para uma nova massa. “Jesus tinha dito: ‘Vinhos novos em odres novos’”, frisou o Pontífice. “A novidade do Evangelho é absoluta e total e só pode ser vivida por quem a entendeu (…) O Evangelho abrange o ser humano totalmente, porque o transforma de dentro para fora”, comentou.


Segundo Francisco, a novidade totalizadora do Evangelho transforma todas as coisas, e não é uma ideologia ou um modo de viver social junto com os costumes pagãos. “A novidade do Evangelho é a Ressurreição de Cristo, é o Espírito que ele nos enviou para nos acompanhar na vida”, pontuou Francisco, afirmando que os cristãos são homens e mulheres de novidade, não das novidades.


“Essa gente que vive das novidades propostas pelo mundo é mundana, não aceita toda a novidade. Há um confronto entre ‘a novidade’ de Jesus Cristo e ‘as novidades’ que o mundo nos propõe para viver”, alertou.


Para o Papa, as pessoas que o Apóstolo Paulo condena são “mornas”, imorais, pessoas que simulam, pessoas formais e hipócritas, diferente dos cristãos que se reconhecem fracos e pecadores, e confessam a Jesus Cristo, que veio para o perdão dos pecados. O que não é permitido ao cristão, de acordo com Francisco, é o convívio com as novidades mundanas. “Jesus disse no Evangelho: ‘Fiquem atentos quando lhes disserem: o Cristo está ali, está lá, … As novidades são isso: não, a salvação está com este, com aquele’. Cristo é um só. E Cristo é claro na sua mensagem”, afirmou.


O Santo Padre destacou também qual é o caminho daqueles que seguem Cristo: “O caminho rumo ao martírio”.


Ele fez questão de recordar que o martírio nem sempre é sangrento, mas acompanha o cristão todos os dias. “Nós estamos nas ruas e somos olhados pelo grande acusador que desperta os acusadores de hoje para nos pegar em contradição”, alertou. O Papa enfatizou que o cristão não deve negociar com as novidades. “Não devemos ‘enfraquecer’ o anúncio do Evangelho”, concluiu.


Fonte: Canção Nova

Indique a um amigo
 
contato
Rua do Príncipe 746, Centro - Joinville/SC

CEP: 89201-001 - CNPJ 84.708.478/0002-41

 
 
 
 
 
 

Copyright © 2018 Catedral São Francisco Xavier. Direitos reservados.