Catedral São Francisco Xavier
Notícias da Igreja
 
23.Jul - Praia no Rio de Janeiro recebe nome em homenagem ao Servo de Deus Guido Schäffer
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Praia no Rio de Janeiro recebe nome em homenagem ao Servo de Deus Guido Schäffer

Em 1º de maio de 2009, o seminarista, médico e surfista Guido Schäffer, que está em processo de beatificação, morreu na Praia do Recreio, no Rio de Janeiro; e agora, nove anos depois, a mesma praia recebeu oficialmente o seu nome, como uma homenagem.


A decisão foi publicada no Diário Oficial do Rio de Janeiro na sexta-feira, 20 de julho e, assim, o trecho aproximadamente 140 metros da orla do Recreio dos Bandeirantes, entre a Avenida Albert Sabin e a Rua Hélio de Brito, na altura do Posto 11, passa a se chamar Praia do Guido.


Esta ideia de mudança do nome já existia, mas, segundo a irmã do Servo de Deus Guido, Ângela Shäffer, começou a se desenvolver a partir do último dia 1º de maio, quando celebraram pela terceira vez uma Missa pelo seminarista naquela praia.


Ângela contou ao jornal ‘O Globo’ que os Padres Omar Raposo, reitor do Santuário do Cristo Redentor, e Jorjão, da Paróquia Nossa Senhora da Paz, iniciaram uma abaixo-assinada solicitando que o município mudasse o nome daquele trecho da praia, em homenagem a Guido.


Este abaixo-assinado eletrônico recolheu mais de 1.500 assinaturas e foi encaminhado à Secretaria da Casa Civil e logo foi aprovado o novo nome da praia.







A mãe do Servo de Deus disse a ‘O Globo’ que recebe “com muita alegria e gratidão esse reconhecimento” ao seu filho, “a todo trabalho dele como médico voluntário e pregador da palavra de Deus”.


“Fico muito honrada com essa homenagem. A gente divulgou entre amigos o abaixo-assinado, grupos de oração. Ajuda, com certeza, na memória dele. O Vaticano vê isso como um reconhecimento das pessoas a ele. E isso ajuda na causa da beatificação, como também ajudou o ambulatório que recebeu o nome dele. Demonstra o carinho das pessoas por ele”, acrescentou.


Por sua vez, o empresário Eduardo Martins, que era amigo de Guido e surfava com ele quando aconteceu o acidente, indicou que essa mudança no nome da praia “é um reconhecimento muito justo pelo que Guido fez pela cidade”.


Os dois surfavam naquele local na véspera do casamento de Eduardo, na “despedida de solteiro”.


“O surf era um prazer pessoas, mas o que foi marcante na vida dele era o cuidado com os pobres. Ele entendia que ser médico era um dom que deveria usar para ajudar pessoas. Dedicou muito da medicina dele às pessoas menos favorecidas”, recordou o empresário, ao ressaltar que seu amigo “era um belo modelo de vida”.


Quem foi Guido Schäffer?


Guido Vidal França Schäffer nasceu em 22 de maio de 1974, em Volta Redonda (RJ). Filho de católicos fervorosos, desde muito novo foi incentivado a seguir os caminhos de Deus. Mudou-se com a família para o Rio de Janeiro, onde se formou em medicina e atuou na Santa Casa de Misericórdia.


Ingressou no Seminário Arquidiocese de São José em 2008. Em 1º de maio de 2009, aos 34 anos, morreu afogado enquanto surfava, quando faltava aproximadamente 1 ano para se tornar padre. O jovem médico foi vítima de uma contusão na nuca que gerou desmaio e afogamento.


O chamado “Anjo surfista” deixou uma marca entre os mais necessitados devido ao trabalho que fazia com os indigentes junto às irmãs Missionárias da Caridade, a congregação fundada por Santa Teresa de Calcutá.


O processo de beatificação do Servo de Deus Guido Schäffer foi aberto em janeiro de 2015, após o Vaticano conceder o ‘Nihil Obstat’, a autorização formal que assinala que não existe nenhum impedimento para tal processo.


A etapa diocesana deste processo se encerrou no dia 08 de outubro de 2017 e toda a documentação para o Vaticano.


Fonte: ACI Digital

Indique a um amigo
 
contato
Rua do Príncipe 746, Centro - Joinville/SC

CEP: 89201-001 - CNPJ 84.708.478/0002-41

 
 
 
 
 
 

Copyright © 2018 Catedral São Francisco Xavier. Direitos reservados.